Corpus Christi 2017 na Arquidiocese

temp_titleCorpus_Christi_20172_08062017115301

“Sois família de Deus” (Ef 2,19) é o tema de 2017 da Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue – Corpus Christi – que será realizada no dia 15 de junho na Catedral de São Sebastião, no Centro. Tradição na Igreja, em todo o mundo, é a festa que tem por objetivo celebrar solenemente o mistério da Eucaristia, que acontece sempre na quinta-feira seguinte após a Solenidade da Santíssima Trindade, em alusão à Quinta-Feira Santa, quando o próprio Cristo instituiu o sacramento de seu corpo e sangue. “A solenidade quer fortalecer o valor da Eucaristia na vida de cada cristão. É o próprio corpo de Cristo que está diante dos nossos olhos e que enxergamos na fé. Através do pão e do vinho consagrado, percebemos o seu amor que se faz presente no meio de nós”, disse o pároco da Catedral, cônego Cláudio dos Santos.

Ano da Família

Neste ano o tema da festa está em sintonia com o Ano da Família, que a Arquidiocese do Rio está vivendo através de celebrações e diversas atividades religiosas, culturais e sociais. “Fazemos parte da família da Arquidiocese do Rio, porque somos família de Deus. A presença de Deus começa em casa, com nossos familiares, que se expande por toda a comunidade. Queremos ser sinal, para que as pessoas que se encontram fora da Igreja possam se sentir que são verdadeiramente filhos e filhas de Deus”, disse o cônego Cláudio.

Organização

Empenhado para que seja bem celebrada, é a primeira vez que o cônego Cláudio está organizando a Festa de Corpus Christi como pároco da Catedral. “Estou feliz por organizar essa festa que é de todos. Nosso desejo é receber com alegria todos os que vierem para celebrar na Igreja Mãe da arquidiocese. Queremos acolher a todos com os mesmos sentimentos de Cristo, que veio para servir, na certeza da abundância da graça de Deus no coração e na vida dos cristãos”, disse.

Preparação

A Festa de Corpus Christi é preparada através da Semana Eucarística, já na sua 91ª edição, que está sendo realizada no Santuário Nacional de Adoração Eucarística, a Igreja de Sant’Ana, no Centro. “Durante uma semana, todos têm a oportunidade de se prepararem para a festa solene. São as horas santas que reúnem o clero, os consagrados, os seminaristas e todos os agentes de pastorais e movimentos eclesiais. As horas santas se unem a todos os adoradores, que de hora em hora ficam em adoração permanente a Jesus no Sacramento da Eucaristia”, disse o pároco da Catedral.

Tapetes

Já se tornou tradição na Festa de Corpus Christi, no Centro, a confecção de tapetes em frente à Catedral e na Avenida Chile. Segundo o cônego Cláudio, a confecção de tapetes começa ainda de madrugada, e conta com a disposição e criatividade de paróquias, seminários, colégios católicos, pastorais e movimentos eclesiais.  “Os tapetes recordam que é o Senhor que passa no meio de nós. É a nossa gratidão. O desejo de manifestar nossa alegria por seu amor por nós, e sua presença entre nós. A procissão sempre termina no presbitério da Catedral, quando Dom Orani faz a bênção solene com o Santíssimo Sacramento”, disse.

Programação

A primeira missa do dia será na Igreja de Sant’Ana, no Centro, às 10h, quando Dom Orani irá concluir mais uma edição da Semana Eucarística. A igreja, onde está instalado o Santuário Nacional de Adoração Perpétua, também tem a tradição de confeccionar tapetes no corredor central até o presbitério.

Às 15h30, acontece o tradicional ofício litúrgico na Igreja de Nossa Senhora da Candelária, no Centro. O momento é marcado pela coleta de alimentos, um gesto concreto em favor das pessoas necessitadas, que são assistidas pela Igreja através de suas comunidades, pastorais e instituições sociais. A coleta também é realizada na Catedral. A procissão começa em seguida, às 16h, saindo da Candelária e percorrendo as avenidas Rio Branco, Nilo Peçanha, Graça Aranha, Almirante Barroso e República do Chile, quando chegará à Catedral. O carro andor, que transporta o Santíssimo, o mesmo usado no Congresso Eucarístico Internacional, em 1955, é escoltado por militares da Marinha, e acompanhado pelos bispos auxiliares e o clero diocesano. Depois da bênção, Dom Orani preside missa solene. Neste ano, por volta de 18h30, está programado um show de louvor, com a presença do cantor Tony Allyson.

http://arqrio.org/noticias/detalhes/5824/corpus-christi-2017