Palavra do Pároco

Novas Oportunidades

Na mística cristã, o encontro do ser humano com Deus provoca uma inflamação de amor no coração da pessoa, que passa a desejar viver unida ao mistério divino para sempre. A graça desse encontro aquece a alma das pessoas, e elas se abrem para a caridade, por amor ao próximo, pois o sentimento que desabrocha do encontro com Deus produz no homem e na mulher o desejo de fazer o bem.

De fato, Jesus não perdia a oportunidade de fazer o bem, porque, a cada gesto, palavra e testemunho de bondade, estava elevando o ser humano até o Pai. A exemplo de Jesus, eis que 2018 surge como grande oportunidade de irmos até o Pai: fazendo o bem. A cada Eucaristia de que participamos, somos renovados no amor do Cristo, que se concretiza na vivência honesta e equilibrada na família e na sociedade.

Neste mês, o Rio recebe as ondas de calor vindas dos raios luminosos do sol, nosso astro rei. Como cristãos, é nossa missão aprender a ler, nas entrelinhas da natureza, a presença amorosa de Deus, nos dando oportunidade para compreender e viver a espiritualidade que conduziu Cristo a ser extremamente solidário ao ser humano, acolhendo a todos sem discriminação e promovendo os mais vulneráveis a fim de que conquistassem a graça de se sentirem filhos e filhas amados de Deus.

A natureza humana é pródiga em sensações: sentimos na pele o calor do verão e, ao mesmo tempo, as aflições de ter que arcar com as despesas de todo início de ano, agravadas nesse momento por conta da crise econômica que se abate sobre o nosso estado. Diante de nossos olhos, perpassam vários turistas que vêm comtemplar o que às vezes não enxergamos o ano inteiro: a beleza de nossa cidade, a empolgação do povo carioca e a alegria da convivência com outra cultura.

Deus nos agracia com os sentidos, para estarmos antenados com tudo o que acontece dentro e fora de nós, pois, dessa forma, não ficamos alienados diante da vida. Neste novo ano, temos a oportunidade de nos comprometer com ações justas e boas para combatermos a corrupção. Deus nos concedeu a graça de pensarmos, porque ele é o verdadeiro astro rei, que brilha através de nós, por isso não podemos permitir que as trevas da ignorância e a manipulação dominem a política brasileira, causando tanto sofrimento e miséria à sociedade.

A Paróquia Santo Afonso, inserida na sociedade, quer ser local contínuo de encontro com Deus, pois sabe que a união com Ele favorece a presença profética do cristão nas diversas realidades sociais. Ao longo do ano, queremos oferecer a oportunidade para todas as pessoas se humanizarem no contato íntimo com Jesus, a fim de se conscientizarem de que Deus necessita de todos nós para promover a justiça e a paz na face da terra, a começar aqui pelo coração da Tijuca.

 

Pe. Luís Carlos de Carvalho Silva, CSsR