Missionários Leigos Redentoristas da Província do Rio

Os Redentoristas e os Leigos: proclamando juntos a Boa Nova de Jesus Cristo aos mais abandonados

Os Missionários Leigos da Província do Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo estão na caminhada desde 1994 e nasceram da inquietação da Congregação Redentorista em encontrar novas maneiras de tornarem presentes no mundo a missão, o carisma redentorista e a espiritualidade afonsiana.

O marco fundamental desta herança e pertença é o Capítulo Geral da Congregação, realizado excepcionalmente aqui no Brasil, em Itaici, SP, no ano de 1991, que convoca todas as comunidades redentoristas presentes no mundo a abrirem-se aos leigos, de modo que estes possam ter maior participação nas experiências de vida, nos trabalhos apostólicos e na espiritualidade redentorista. 

Na Província do Rio, Minas e Espírito Santo, a organização da Confraria se dá em Unidades. Estas, verdadeiras comunidades de fé e vida, contam com a participação e orientação de um assessor Redentorista Consagrado. São compostas por homens e mulheres (casados ou não), rapazes e moças, adolescentes e jovens que correspondem à sua vocação batismal segundo o carisma e a missão redentoristas.

Com reuniões ordinárias e retiros, além de encontros anuais, os Missionários Leigos Redentoristas se fortalecem no vínculo de pertença à Província e à Congregação, conhecem mais profundamente a espiritualidade, se formam integralmente enquanto pessoas humano-cristãs e testemunham sua vocação missionária redentorista através das atividades pastorais que exercem nas suas respectivas unidades, com alegria, humildade e generosidade.

Atualmente, a confraria vive um tempo novo. Novos Rumos foram traçados a partir da criação de uma equipe de Coordenação Leiga Provincial, formada por representantes das Unidades, juntamente com o Superior Provincial e um Redentorista Consagrado, que buscam animar os leigos, proporcionar uma maior integração entre as Unidades, a comunicação entre os setores regionais e a efetivação de projetos provinciais, priorizando 03 eixos fundamentais:

I – FORMAÇÃO: Entende-se aqui as dimensões humana/afetiva, bíblica/teológica e redentorista;

II – ESPIRITUALIDADE: com destaque para a dimensão individual e comunitária do Carisma Redentorista;

III - CRIATIVIDADE MISSIONÁRIA: aqui o foco é a formação de núcleos de estudos, produção de artigos, textos, cd’s, partilhas científicas, mesas redondas e simpósios.

Chamados à comunhão para a missão, vão os leigos experimentado novos caminhos de parceria com os Redentoristas, vivendo de uma maneira nova sua vocação batismal e, assim, participam com alegria e ousadia da missão de Jesus Cristo no anúncio do Reino de Deus, proclamando a Boa Nova aos pobres no espírito de Santo Afonso. Em comunhão com toda a Congregação, também os Leigos Missionários dão a vida pela Copiosa Redenção. 

Unidades: Rio de Janeiro (RJ), Campos dos Goytacazes (RJ), CVDM – Belo Horizonte (MG), São José – Belo Horizonte (MG), Glória – Juiz de Fora (MG), Floresta – Juiz de Fora (MG), Coronel Fabriciano (MG), Timóteo (MG), Curvelo (MG).

 

CONHECENDO OS MLR/RIO

Somos uma confraria que agrega homens, mulheres e jovens. Ela nasceu, no dia 27 de Abril de 2002, sob a inspiração de Santo Afonso,  a proteção do Santíssimo Redentor e de N. Srª do Perpétuo Socorro, pelas mãos do Pe. Jesu Ferreira de Assis, C.Ss.R..

Todos os membros da confraria receberam um chamado, que exigiu uma definição, uma disposição em seguir o Redentor, pelos passos de Santo Afonso. Ao longo de três anos de formação, experimenta-se e vivencia-se a obra de nosso padroeiro, busca-se o caminho da conversão, de forma concreta, pela Palavra de Deus.

A Unidade dos MLR/Rio congrega em si os interesses distintos:

- promove o respeito, o diálogo e a interação com as pastorais de nossa igreja, levando a todas a espiritualidade redentorista;

- colabora com as atividades missionárias e evangelizadoras da paróquia e da província; 

- procura dar testemunhos de fé e formação, fazendo valer o carisma redentorista, mostrando que a  Redenção é para todos, por todos os meios possíveis;

- impulsiona a ação evangelizadora na comunidade paroquial, nas missões programadas, como forma de estabelecer o Reino de Deus, dando continuidade ao projeto de Santo Afonso;

- colabora com a Comunidade Redentorista da Santo Afonso em multiformes atividades;

- celebra festividades redentoristas - datas relativas aos Santos, aos Beatos, fundação da congregação, solenidades como a do Santíssimo Redentor e outras -, no grupo, na paróquia, 

- leva a esperança de um mundo melhor a homens, mulheres, jovens e crianças - doentes e carentes -, através de visitas fraternas, animadas e evangelizadoras, pela ótica de Santo Afonso - servir aos doentes, pobres e excluídos;

- realiza palestras evangelizadores, dando continuidade ao projeto de Santo Afonso, em instituições filantrópicas, escolas e na própria igreja;

- renova sua pertença à congregação Redentorista, participando de retiros provinciais, interagindo com outras unidades de MLR;

- aprofunda a espiritualidade redentorista em encontros estabelecidos pela coordenação e pela província;

- organiza encontros sociais, entre seus membros e Comunidade Redentorista, para que haja uma verdadeira comunhão fraterna.;

- promove, além dos encontros quinzenais, internamente, atividades como:  reuniões de formação, tempo de oração e partilha, palestras, visitas de caridade, eventos culturais,  encontros e retiros propostos pela Província, momentos de convivência fraterna e  integração, anualmente, com a Unidade de Campos do Goytacazes.

Assim caminha a Confraria dos MLR/Rio.

 

10 MANDAMENTOS DOS MLR

Os 10 passos que julgamos importantes no itinerário de santidade do MLR.

  • Está inserido na vocação universal à santidade. Mergulhado no mistério do Deus Trino, faz de sua vida um louvor constante ao Pai (Criador), ao Filho (Redentor) e ao Espírito (Santificador).
  • Seguindo a Jesus em sua Encarnação, Paixão e Eucaristia, leva a sério a humanidade como lugar da revelação de Deus.
  • Assume a própria história como lugar da gramática de Deus e aí busca discernir, com a força do ES, o que é cristão ou não.
  • No mundo, é chamado a ser Igreja, vocação de todo batizado, contribuindo naqueles desafios pastorais mais urgentes.
  • Pelo seu jeito de vida anuncia a Copiosa Redenção principalmente aos mais pobres, como desejou Santo Afonso.
  • Tem como fonte inspiradora os santos, beatos, mártires redentoristas e também Maria, a Mãe do Perpétuo Socorro.
  • Participa, com a comunidade redentorista consagrada, de sua missão e por isso mesmo interessa-se por uma cultura espiritual redentorista.
  • Busca na vida orante o sustento para o cotidiano.
  • Seu testemunho vivo suscita o desejo de novas pessoas serem MLR ou até mesmo um redentorista consagrado.
  • Preocupa-se em deixar o Cristo Redentor ir transformando sua vida para que ela seja mais humana e por isso mesmo mais de Deus.

Pe. Vicente de Paula Ferreira, C.Ss.R / Província do Rio de Janeiro